Depois de meditação, conservadores ficam mais liberais


 


De acordo com uma pesquisa da Universidade de Toronto, nossas preferências políticas estão conectadas com nossa espiritualidade. Segundo descobertas do departamento de psicologia, pessoas de direita tendem a seguir uma religião, enquanto as de esquerda, apesar de muitas vezes serem espiritualizadas, seguem religiões com menos frequência. Ela também aponta que, após uma sessão de meditação, quem tende ao lado da direita pode ter opiniões mais liberais.

Para chegar a essas conclusões, pesquisadores dividiram o estudo em três partes. Na primeira, perguntaram a cerca de 500 americanos sobre suas crenças políticas e religiosas. Na segunda etapa, o mesmo tipo de pesquisa foi feito com 700 pessoas, mas, dessa vez, incluindo cidadãos canadenses. Com estes dados, eles confirmaram que pessoas mais religiosas eram, na maior parte das vezes, mais conservadoras.

Na terceira parte do estudo, mais de 300 americanos foram recrutados e divididos em dois grupos. O primeiro precisou fazer um exercício de meditação, o segundo não. Ambos os grupos precisaram responder questões sobre suas orientações políticas e questões espirituais.

Após passar pela meditação, pessoas que se caracterizavam como mais conservadoras passaram a exibir simpatia por ideias liberais (como penas criminais mais leves) e, muitas vezes, preferência por candidatos de esquerda. Para os cientistas, isso acontece porque experiências espirituais, como a meditação, faz com que as pessoas sintam uma conexão maior com os outros, como se fizéssemos parte do mesmo sistema – e isso combina com as ideias liberais. Eles dizem acreditar que tanto a esquerda quanto a direita são necessárias, mas afirmam que o estudo pode levar a maneiras de aliviar tensões políticas e chegar a consensos mais facilmente.

 


Contato Comercial 0800 707 5900
Contato de Assistência 0800 704 1133
Fixo Geral 35 3729 9900
www.soitic.com
       
Todos os direitos reservados - Indoor Web é uma marca sob os direitos do Grupo Soitic.