Marketing Médico


Atualmente, uma das principais formas de uma empresa se destacar no mercado em que atua é marcar presença no mundo digital. 

Independente do setor, possuir e manter um perfil nas redes sociais é requisito obrigatório para as organizações que desejam criar um relacionamento mais próximo com seu público.

Essa realidade não é diferente para a área médica. Porém, assim como cada ramo de atuação, o marketing médico tem suas peculiaridades, que devem ser respeitadas. 

Ao criar uma estratégia de divulgação de sua clínica médica, leve em consideração as regras impostas pelo Conselho Federal de Medicina e algumas boas práticas do Marketing Digital. Desta forma, você será capaz de conquistar mais pacientes e criar uma boa relação com eles. 

Neste artigo, falaremos sobre a importância do Marketing Médico e quais são as suas peculiaridades. Continue a leitura e confira!

 

O que é Marketing Médico e qual sua importância?

Assim como no Marketing tradicional, o Marketing Médico tem como objetivo entregar valor para satisfazer as demandas do mercado, isto é, criar uma ponte entre o profissional da saúde e os seus potenciais pacientes. 

Por meio de estratégias de comunicação, é possível divulgar os serviços prestados e os seus diferenciais, educando e atraindo o público. 

Na atualidade, a internet passou a ser uma importante ferramenta para que as pessoas busquem informações sobre qualquer assunto, inclusive sobre saúde e profissionais da área. 

Desta forma, o médico que não é encontrado na internet estará perdendo uma grande oportunidade de atração de pacientes para sua clínica. 

É importante ressaltar que no Marketing Médico o público-alvo é visto não como cliente, mas sim como paciente. Nesse sentido, a abordagem deve ser humanista e considerar o momento de fragilidade emocional e física que estas pessoas podem estar atravessando. 

 

Como o Marketing Médico pode ser feito?

Marketing Médico pode ser feito por meio de diversas estratégias, mas a maioria delas considera o protagonismo das mídias digitais para se atingir novos pacientes. 

Neste sentido, existem algumas abordagens que podem ser aplicadas na divulgação de sua clínica ou consultório. São elas:

 

Marketing de Conteúdo

Por meio do marketing de conteúdo, é possível escrever artigos que solucionem as principais dúvidas de saúde do seu público. Com conteúdos educativos, é possível atrair visitantes para o seu site.

Trata-se de uma forma de construir autoridade sobre o assunto e gerar credibilidade junto ao público. Se o conteúdo for relevante, bem escrito e convencer o público sobre a competência do profissional, certamente irá atrair novos pacientes para o consultório ou clínica. 

 

Redes Sociais

Com as redes sociais como Facebook, Instagram e Linkedin, também é possível divulgar conteúdos relevantes para o seu público. 

Além disso, uma característica importante dessas plataformas é a interação próxima com os pacientes que elas possibilitam. Desta forma, constrói-se uma relação humanizada com o público. 

 

E-mail Marketing

Assim como as estratégias citadas anteriormente, o e-mail marketing é uma excelente ferramenta para você se aproximar de seu público, oferecendo informações sobre prevenção de doenças e promoção de saúde associada à especialidade com a qual você trabalha. 

Como o e-mail é um canal bastante pessoal, é preciso tomar cuidado para não soar invasivo, sempre demonstrando presença, cordialidade e atenciosidade, além de esclarecer as dúvidas que podem surgir. 

marketing-medico

 

Quais são as restrições do Marketing Médico?

Como dissemos no início deste artigo, existem alguns pontos de atenção para a delimitação de estratégias no Marketing Médico, principalmente em relação à ética e às restrições impostas pelo CFM (Conselho Federal de Medicina). 

Uma das principais regras a serem seguidas é a divulgação do nome do profissional, a especialidade e o número do registro no Conselho Regional de Medicina sempre que for criado um anúncio para clínicas e consultórios médicos. 

Além disso, é proibido anunciar uma especialidade que o médico não possua, já que isso pode colocar em risco a vida do paciente. 

Outra questão está relacionada à divulgação da aparelhagem utilizada: mesmo que os equipamentos sejam os mais modernos do mercado, é proibido fazer propagandas que os utilize como vantagem sobre os concorrentes. 

Fotos de “antes e depois” também não são aprovadas pelo CFM, visto que seria uma forma de explorar a doença ou condição de saúde do paciente para promover o profissional. 

Por fim, é importante ter em mente que as redes sociais ou site não devem ser utilizadas para diagnosticar, orientar ou tratar pacientes - apenas para aproximar o médico de seu público. 

 

Neste artigo, demonstramos como o Marketing Médico pode ser um importante instrumento para otimizar a gestão de sua clínica. 

Em um mundo cada vez mais digital, estar presente nas redes é essencial para captar e fidelizar pacientes. No entanto, há algumas regras que devem ser seguidas, para obter sucesso em sua estratégia. 

 

Se você gostou do nosso conteúdo, compartilhe com outras pessoas que possam se beneficiar e assim transformar o mercado de maneira positiva.

Para outros conteúdos como esse e muito mais sobre publicidade, comunicação e marketing, fique de olho em nossas redes sociais!

 

AGENCIA ECOS - agenciaecos.com


Contato Comercial 0800 707 5900
Contato de Assistência 0800 704 1133
Fixo Geral 35 3729 9900
www.soitic.com
       
Todos os direitos reservados - Indoor Web é uma marca sob os direitos do Grupo Soitic.